Tecnologias em Feridas - Curativos com Alginato de Cálcio

Curativos com Alginato de Cálcio


Descrição

Alginato de cálcio é um dos sais de ácido algínico (ácido gulurônico e ácido manurônico) extraído a partir de algumas variedades de algas (algas marinhas marrons – Laminaria). Os curativos com alginato de cálcio para o tratamento de feridas compreendem em sua maioria placas compostas por fibras de ácido algínico. Contém também íons de cálcio e sódio, camada externa de poliuretano e camada interna composta de gelatina, pectina e carboximetilcelulose sódica.

Este tipo de curativo tem como indicação:

  • Feridas com ou sem infecção.
  • Feridas com moderada a intensa exsudação (secreção).
  • Feridas com ou sem tecido necrótico, exceto, em caso de necrose seca.
  • Feridas cavitárias.
  • Feridas sanguinolentas.

Características:

  • O curativo promove a troca iônica do cálcio do alginato com o sódio do sangue e do exsudato.
  • Promove a hemostasia, absorve exsudato, forma um gel que mantém a umidade.
  • Promove a granulação e auxilia o desbridamento autolítico.
  • Sua apresentação pode estar acompanhada de Hidrogel, Colágeno, Hidrocolóide, com Antibicrobiano (Prata), Espumas de Hidropolímero (Poliuretano).

Troca do Curativo:

  • Mediante a saturação do curativo, em média com 24 horas. A frequência de trocas será determinada de acordo com a quantidade de exsudato presente na ferida podendo ser de até sete (7) dias. Em caso de feridas infectadas, a troca deve ser realizada a cada 24 horas e em feridas limpas, com sangramento, a troca deve ocorrer a cada 48 horas. Apesar dessas recomendações, sempre deve ser observada a conduta médica / enfermagem para troca do curativo.

Propriedades dos Alginatos:

  • Por ser um biopolímero, é não tóxico e seguro para ser utilizado no interior das feridas (biocompatibilidade).
  • Quando o alginato de cálcio, insolúvel em água, entra em contato com o pus da ferida, os íons cálcio são substituídos pelos íons sódio no fluído do corpo, e na forma solúvel podem ter ação hemostática.
  • Conforme os íons de cálcio vão sendo substituídos pelos íons sódio, a cadeia de alginato absorve uma grande quantidade de pus e forma um gel, que ajuda a manter uma interface úmida na superfície da ferida.

Exemplos de Curativos Disponíveis no Mercado:

  • Alginato de Cálcio (Curatec)
  • Kaltostat (Convatec)
  • Askina (BBraun)
  • Melgisorb (Molnlycke)
  • SeaSorb (Coloplast)
  • Biatain (Coloplast)
  • Nu-Derm (Systagenix)
  • Sorbalgon (Hartmann)
  • Sorbalgon-T (Hartmann)
  • Suprasorb (Lohmann Rauscher)
  • Restore Calcicare (Hollister)
  • Tegagen (3M)

 

ATENÇÃO: É importante que você saiba que essas informações não são suficientes para iniciar um tratamento. A conduta do tratamento de feridas requer a avaliação da lesão e do doente, de suas comorbidades e outras condições clínicas. Não realize auto-tratamento. Antes de usar qualquer tipo de curativo consulte um médico ou enfermeiro dermatologista (especialista). Em caso de dúvidas Fale com a Gente (clique aqui). O uso de curativos deve ser feito sob a supervisão de um profissional da saúde.

 

REFERÊNCIAS:

  • USP
  • Livro do Feridólogo Tratamento clínico-cirúrgico de feridas cutâneas agudas e crônicas