Tecnologias em Feridas - Curativo Hidrocelular e Hidropolímero

Curativo Hidrocelular e Hidropolímero


Descrição

Os curativos denominados hidrocelular ou hidropolímero geralmente são compostos por três camadas sobrepostas, sendo uma central de espuma hidrocelular ou hidropolímero (ambos em poliuretano) que controla a absorção do fluído pela expansão das células a medida que absorve o exsudato, e duas outras não aderentes, evitam a agressão aos tecidos na sua remoção. Funcionam pela manutenção da umidade absorvendo e retendo o excesso de exsudato em sua estrutura porosa que se expande moldando-se ao leito da ferida.

Este tipo de curativo tem como indicação:

  • Feridas exsudativas, limpas em fase de granulação
  • Feridas superficiais
  • Feridas com cavidade

Características:

  • Promovem a granulação tecidual
  • Removem o excesso de exsudato
  • Controlam os níveis de exsudato da ferida
  • Sua apresentação pode estar acompanhada de Gel, Silicone, Alginato de Cálcio.

Troca do Curativo:

  • Em média a cada 48 horas. No entanto, considerando que a opacidade da cobertura de alguns destes produtos impossibilita a visualização direta da saturação deve-ser obter auxílio do médico ou enfermeiro dermatologista para determinar sua troca.

Limitações da “Espuma Hidrocelular/Hidropolímero”:

  • Feridas infectadas, com necrose e “grande” quantidade de exsudato.
  • Queimaduras de segundo e terceiro graus
  • Não devem ser usados em feridas secas, necróticas (escaras secas/mumificadas ou úmidas)
  • Impedem a visualização do leito da ferida

Nota: Essas limitações se aplicam a curativos com apresentação única de espuma de poliuretano. Curativos com apresentações compostas podem responder a outras indicações. Neste caso, consulte o médico ou enfermeiro dermatologista.

Exemplos de Curativos Disponíveis no Mercado:

  • Allevyn (Smith e Nephew)
  • Mepilex (Molnlicke)
  • Biatain (Coloplast)
  • Askina Transorbent (BBraun)
  • Suprasorb PU (Curatec)
  • Tielle (Systagenix)

 

ATENÇÃO: É importante que você saiba que essas informações não são suficientes para iniciar um tratamento. A conduta do tratamento de feridas requer a avaliação da lesão e do doente, de suas comorbidades e outras condições clínicas. Não realize auto-tratamento. Antes de usar qualquer tipo de curativo consulte um médico ou enfermeiro dermatologista (especialista). Em caso de dúvidas Fale com a Gente (clique aqui). O uso de curativos deve ser feito sob a supervisão de um profissional da saúde.