Imprensa

Clipping e Releases

Relacionamento com a Imprensa


ASSESSORIA DE IMPRENSA
Proativa Comunicação
Contatos: Gabriella Collodetti (61 989308-5704) / Flávio Resende (61) 99216-9188
Tel: (61) 3242-9058
E-mail: proativa@proativacomunicacao.com.br
Facebook/ Instagram/Twitter: @ProativaC

PRESS RELEASE

CLIPPING

  • JANEIRO/19
  • FEVEREIRO/19
  • MARÇO/19

Serviços e Tratamentos


Tratamentos para Úlceras por Pressão (escaras), Pé diabético, Úlceras Venosas e Arteriais, Feridas Oncológicas, Queimaduras, Úlceras Neuropáticas e Dermatites.

Empregamos os recursos necessários para a recuperação da lesão, observada a conduta médica, de enfermagem e da equipe multiprofissional, quando é o caso, utilizando as diferentes tecnologias disponíveis.

Serviços

Recursos que utilizamos:

  • Curativos especiais.
  • Terapia por Pressão Negativa (à vácuo).
  • Terapia de Compressão.
  • Laser.
  • Hidrozonioterapia.
  • Terapia de Compressão.

Esclareça suas dúvidas:


A seguir relacionamos dúvidas sobre os cuidados com feridas.

Se sua dúvida não poder ser esclarecida a seguir nos encaminhe sua pergunta, nossa equipe está à disposição para ajudar.

As camadas da pele são divididas em:

Epiderme: É a parte superficial da pele, que subdivide nas camadas:

  • Córnea: é a camada mais externa. Contém células anucleadas e proteína dura, fibrosa e insolúvel. Tem função de prevenir perda de líquido corpóreo e entrada de água, além de ser barreira para proteger os tecidos subjacentes contra lesões e infecções;
  • Lúcida: camada presente apenas nas palmas das mãos e planta dos pés. Áreas de epiderme espessa, camada transitória, sem qualquer atividade essencial;
  • Granulosa: é a camada de manutenção da superfície impermeável através dos filamentos de querato-hialina (impede a passagem de substâncias e água);
  • Espinhosa ou camada de Malpighi: camada constituída de queratinócitos, modificados após migração da camada basal, e células de Langerhans (reconhecem, processam e apresentam antígenos aos linfócitos, gerando uma resposta imunológica);
  • Basal ou Germinativa: origina as demais camadas. Tem participação vital na formação e manutenção da junção dermoepidérmica. É constituída por células basais, melanócitos e células de Merkel.

Derme: É a camada intermediária da pele, formada por fibras de colágeno, elastina e por grande quantidade de vasos sanguíneos e terminações nervosas. Subdivide em:

  • Papilar: camada mais superficial da Derme. Composta por fibras especiais e receptores sensitivos, que são os Corpúsculos de Meissner;
  • Reticular: camada mais densa e profunda. Constituída de fibroblasto, colágeno, glândulas, vasos sanguíneos, fibras musculares lisas, músculos eretores dos pêlos.
  • Perianexal: estrutura idêntica a camada Papilar, porém, dispõe-se entorno dos folícuos pilossebáceos, glândulas e vasos, e contém feixes finos de colágeno. Compõe a derme adventicial.

Hipoderme: camada rica em fibras e em células que armazenam gordura (células adiposas). A gordura armazenada no tecido subcutâneo constitui reserva de energia, atua como isolante térmico e protege contra traumas. Ela apoia e une a epiderme e a derme ao resto do seu corpo.

Fonte da imagem: Isis Mafra Esteticista

A Pele é o maior órgão do corpo humano. Na pessoa adulta mede entre 1,2m² a 2,3m² e representa 16% do peso corporal. Entre as funções da pele se destacam:

  • Seu papel como barreira de proteção;
  • Atua na manutenção do equilíbrio hidroeletrolítico;
  • Promove a termorregulação, a hemorregulação, a síntese e metabolização da vitamina D;
  • É responsável pela sensibilidade e percepção.
Fonte da Imagem: Pinterest.

Diferentes são as finalidades de cada etapa do tratamento de feridas, observado o estágio da lesão e as condições clínicas da pessoa, buscando sempre sua cicatrização e a recuperação plena da pessoa lesionada.

São finalidades para o tratamento de feridas:

  • Limpar a ferida;
  • Promover a cicatrização;
  • Eliminar fatores que possam retardá-la;
  • Tratar e prevenir infecções;
  • Prevenir contaminação exógena;
  • Remover corpos estranhos;
  • Proteger a ferida contra traumas mecânicos;
  • Promover hemostasia;
  • Fazer desbridamento e remover tecidos necróticos;
  • Reduzir edemas;
  • Drenar e/ou absorver secreções e exsudatos inflamatórios;
  • Diminuir odor;
  • Manter a umidade da ferida;
  • Fornecer isolamento térmico;
  • Dar conforto psicológico ao paciente;
  • Diminuir a intensidade da dor;
  • Limitar a movimentação em torno da ferida.

Englobam todos os recursos médico-hospitalares disponíveis para os cuidados e o tratamento da lesão. Entre as tecnologias atualmente disponíveis se destacam:

  • Curativos impregnados com analgésicos que permitem analgesia durante o processo de cicatrização.
  • Curativos de prata.
  • Curativos de pressão negativa que podem otimizar o processo de cicatrização de feridas.
  • Matrizes de regeneração dérmica, para formação de uma nova derme.
  • Oxigenoterapia Hiperbárica (não domiciliar);
  • Placas: Alginato de Cálcio, Hidrocolóide, Hidrogel, Filme Transparente, Cobertura não aderente, Coberturas com Polihexanida (PHMB).
  • Gel Barreira e Antissépticos com polihexanida (PHMB).