Tratamento a Laser


Um dos principais objetivos da laserterapia é normalizar o processo de reparação tecidual.

A laserterapia é uma técnica de fototerapia que envolve a aplicação de uma luz monocromática e coerente de baixa intensidade em muitos tipos de lesões e patologias.

O tratamento com laserterapia é local e indolor e utiliza um equipamento que emite a luz laser. A energia da luz é absorvida pela pele acelerando a regeneração tecidual. A duração do tratamento com laser e número de sessões depende de cada tratamento.

  • Deve ser realizada por profissional de saúde habilitado.
  • Pode ser realizado na própria casa do paciente.
  • Proporciona o alívio de dores, tem ação anti-inflamatória.
  • Tem capacidade de melhorar o PH natural da pele.
  • Método rápido, eficaz e pode ser feito em conjunto com qualquer outro método de tratamento em todas as idades.
  • Acelera o processo de cicatrização no fechamento de feridas.
  • Atua na estimulação e reparo de células nervosas em parestesias.
  • A laserterapia não apresenta efeitos colaterais.
  • Ameniza e previne intercorrências comuns em pós-operatório de cirurgias plásticas.

Indicações de Tratamentos

  • Úlceras por Pressão (escaras).
  • Úlceras e Feridas por Traumas e Quedas.
  • Deiscências Cirúrgicas.
  • Epidermólise Bolhosa.
  • Inflamações, Edemas e dores em geral.
  • Micoses de Unha.
  • Pé-Diabético (tratamento e tratamento).
  • Fissura da amamentação e Mamarias.

Método rápido, eficaz e pode ser feito em conjunto com qualquer outro método de tratamento em todas as idades.

Quando aplicada sobre feridas cutâneas a laserterapia é capaz de promover como principais efeitos fisiológicos resolução anti-inflamatória, neoangiogênese (crescimento de novos vasos sanguíneos), proliferação epitelial (tecido) e de fibroblastos (células), síntese e deposição de colágeno, revascularização e contração da ferida.

A laserterapia é estudada mundialmente, e uma das razões da popularidade desse tipo de tratamento está relacionado ao baixo custo (quanto comparado com outras tecnologias de cuidados com feridas) e a objetividade e simplicidade dos procedimentos clínicos a que se destina.

O tratamento deve ser conduzido por profissional de saúde habilitado, após avaliação criteriosa da demanda. É importante ressaltar que a utilização de laser é contraindicada em casos de tumor maligno localizado ou irradiado; epilepsia; sobre a glândula tireoide; sobre abdômen gravídico; para pessoas com elevada hipersensibilidade e em casos de trombose em veia pélvica ou veias profundas das pernas.

 

No tratamento de Feridas e Lesões Complexas, a laserterapia:

  1. Acelera o processo de cicatrização no fechamento de feridas, pré e pós-operatórios cirúrgicos e inflamações.
  2. Atuando na estimulação e reparo de células nervosas em parestesias (sensação de dormência, queimação, coceira, etc… .) e nevralgias (dor intensa).
  3. É indicada para lesões de mucosites oral.
  4. Indicado para o tratamento do Pé Diabético.
  5. Exerce poderosa ação anti-inflamatória.
  6. Exerce ação analgésica.
  7. Não apresenta efeitos colaterais.
  8. Têm baixo custo.
  9. Apresenta rápido efeito clínico

 

Conheça outras áreas em que a laserterapia também se aplica:

  1. PREPARO PARA CIRURGIA PLÁSTICA – A laserterapia ameniza e previne todas as intercorrências comuns no pós-operatório relacionado às cirurgias plásticas. Dentre elas, o previsível processo inflamatório e o prematuro restabelecimento do equilíbrio das regiões agredidas.
  2. QUELÓIDE – A laserterapia acelera o processo de cicatrização em pessoas com histórico de formação de queloide.
  3. DORES – A laserterapia tem conseguido resultados satisfatórios no tratamento de algias (dores) crônicas.
  4. DRENAGEM LINFÁTICA – A laserterapia além de proporcionar os benefícios da drenagem manual, ao irradiar o corpo, reduz o edema e restabelece a saúde das células.
  5. CICATRIZES – A laserterapia trabalha no reparo das incisões cirúrgicas e a melhora é visível, além de proporcionar um excelente aspecto estético, especialmente em queimaduras.
  6. ENXAQUECA – O tratamento da enxaqueca tensional tem ótimo e prolongado resultado com a laserterapia, considerando seu poder relaxante, anti-inflamatório, analgésico e fotomodelador celular.
  7. ONICOMICOSE (micoses) – Atua no combate de inúmeros micro-organismos responsáveis por diversas patologias como a micose de unha (onicomicose), não induzindo a resistência microbiana, comuns quando se utiliza fármacos.

Serviços e Tratamentos


Tratamentos para Úlceras por Pressão (escaras), Pé diabético, Úlceras Venosas e Arteriais, Feridas Oncológicas, Queimaduras, Úlceras Neuropáticas e Dermatites.

Empregamos os recursos necessários para a recuperação da lesão, observada a conduta médica, de enfermagem e da equipe multiprofissional, quando é o caso, utilizando as diferentes tecnologias disponíveis.

Serviços

Recursos que utilizamos:

  • Curativos especiais.
  • Terapia por Pressão Negativa (à vácuo).
  • Terapia de Compressão.
  • Laser.
  • Hidrozonioterapia.
  • Terapia de Compressão.

Dúvidas sobre o Tratamento a Laser?


A seguir relacionamos dúvidas sobre o tratamento a laserterapia.

Se sua dúvida não poder ser esclarecida a seguir nos encaminhe sua pergunta, nossa equipe está à disposição para ajudar.

Antes de iniciar qualquer tratamento de saúde, inclusive a Laserterapia, é importante consultar um profissional de saúde habilitado para realizar a correta avaliação da patologia, a partir do que poderá estabelecer se o tratamento com laseterapia é a melhor indicação para o paciente.

No pré-operatório exerce ação antiglicante (proteção contra efeitos da reação química de alguns açucares presentes na pele que provocam perda de elasticidade, potencializando o surgimento de rugas); Nutrição celular e hidratação.

No pós-operatório permite a redução de edemas, redução de fibroses, aumento da hidratação e nutrição celular, biomodulação da cicatrização, drenagem linfática, aceleração da regeneração e recuperação tecidual, estímulo à produção de fibras colágenas e elásticas, ameniza e previne intercorrências comuns como o previsível processo inflamatório. Estimula a mitose celular e reprodução de fibroblastos. Impede e minimiza quelóides e alargamento cicatricial.

Estudos comprovam melhora importante no processo de cicatrização das lesões por pressão, quando tratada a partir da aplicação de laser de baixa intensidade. A intervenção com a utilização da laserterapia acelera a proliferação tecidual e aumenta a vascularização local, com a formação de tecido de granulação mais organizado, favorecendo uma rápida cicatrização da lesão.

Sim. Nos casos em que a cicatrização demora ou as fissuras são muito grandes as mulheres podem recorrer a laserterapia de baixa potencia. A técnica oferece um tratamento terapêutico que possui ações anti-inflamatórias, anti-edema e analgésica. É indicado para traumas mamilares comuns na fase inicial de amamentação, como as fissuras ou a sensação dolorosa. Deseja saber mais? Agende atendimento (61) 3036-6594.

A termo LASER é uma sigla em inglês que significa “Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation” (Amplificação de Luz por Emissão Estimulada de Radiação). Entre suas propriedades se destacam: Efeito analgésico; Propriedade anti-inflamatoria; Ação bioestimulante; Ação descontraturante.