Manual de Nutrição

Por: Sociedade Brasileira de Diabetes.

O padrão e o comportamento alimentar do indivíduo portador de diabetes mellitus estão seriamente comprometidos, sendo caracterizados pela prática de dietas restritivas e aleatórias, uso indiscriminado de produtos dietéticos e a adoção de métodos inadequados para controle da glicemia, redução e manutenção de peso.

Entende-se por padrão alimentar a composição de alimentos que constituem a dieta dos indivíduos, seu
aporte calórico, a distribuição de macro e micronutrientes e a adequação às necessidades fisiológicas. Os horários, a regularidade e a frequência das refeições também podem compor a caracterização do padrão alimentar.

Para saber mais, Clique

Leia mais...

Medidas de Prevenção de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde

Por: ANVISA.

Sabe-se que a infecção leva a considerável elevação dos custos no cuidado do paciente, além de aumentar o tempo de internação, a morbidade e a mortalidade nos serviços de saúde do país.

A principal finalidade desta publicação da Anvisa é contribuir para reduzir a incidência das IRAS em serviços de saúde, a partir da disponibilização das principais medidas preventivas práticas adequadas à realidade brasileira

Os tópicos são:

  • Medidas de Prevenção de Pneumonia Associada à Assistência à Saúde;
  • Medidas de Prevenção de Infecção do Trato Urinário;
  • Medidas de Prevenção de Infecção da Corrente Sanguínea;
  • Medidas de Prevenção de Infecção Cirúrgica.

Para ler o Manual completo,  Clique.

Leia mais...

Exercícios Físicos em Portadores de Neuropatia Diabética

Por: Scielo.

Em uma revisão sistemática, seguida de metanálise, foi verificado que 150 minutos de exercício físico aeróbio por pelo menos 12 semanas reduziram a hemoglobina glicada em 0,5% em pacientes com DM (Diabetes Mellitus).

Entretanto, existe uma grande limitação à prática de exercício físico, pois é quando ocorre o maior número de crises hipoglicêmicas.

Sendo assim, deve-se sempre orientar o paciente antes de realizar a atividade física.

As intervenções com exercícios físicos estão associadas a melhorias significativas no que se refere à força muscular, capacidade funcional e fadiga muscular.

Para acessar o estudo completo, Clique .

Leia mais...

Diagnóstico Precoce do Pé Diabético

Por: Sociedade Brasileira de Diabetes.

O pé diabético é conceituado no glossário do Guidance (Recomendações) 2015, do IWGDF (International Working
Group on the Diabetic Foot ou Grupo de Trabalho Internacional sobre Pé Diabético), como “infecção, ulceração e/ou destruição de tecidos moles associadas a alterações neurológicas e vários graus de doença arterial periférica (DAP) nos membros inferiores”. Os dados epidemiológicos são variados e denotam a diversidade regional dos desfechos
dessa complicação: em países desenvolvidos, a DAP é o fator complicador mais frequente, enquanto nos países em desenvolvimento, a infecção é, ainda, uma complicação comum das úlceras dos pés em pacientes diabéticos (UPD), resultando em amputações. A frequência e gravidade também deve-se a diferenças socioeconômicas, tipo de calçados usados e cuidados, que não são padronizados em escala nacional nesses países.

Para saber mais, acesse Clique.

Leia mais...

Workshop aborda aspectos históricos do tratamento de feridas

Na pré-história o homem já cuidava de feridas se utilizando das plantas”, assim deu início a enfermeira especialista Maria Izabel R. Pereira, que abriu o ciclo de palestras do I Workshop de Feridas sob o tema “Feridas e Feridos na História”, organizado pelo Centro Especializado no Tratamento de Feridas (CENFE) com o apoio institucional do Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal e da Faculdade Unyleya.

Realizado na última quinta-feira (16), no auditório do IMP Concursos (unidade Sudoeste), o I Workshop de Feridas reuniu 177 participantes entre profissionais de enfermagem, da saúde e estudantes, que tiveram a oportunidade de aperfeiçoar conhecimento na área de tratamento de feridas.

A evento contou com a presença das palestrantes Maria Izabel, enfermeira especialista em dermatologia, e Tatiana Araújo, nutricionista e gestora nutricional, que abordaram diferentes aspectos dos cuidados com lesões e as questões da interdisciplinaridade no tema. O evento foi marcado pela presenta do Diretor Técnico do CENFE, Dr. Igor Nunes, médico cirurgião vascular, e pela fala do Presidente do Coren-DF, Dr. Gilney Guerra, que conversou com os profissionais acerca da atuação da instituição e o seu papel como apoiadora e promotora de iniciativas de educação.

“Estamos felizes com adesão de todos vocês para esse tema que é o tratamento de feridas, um assunto importante para a saúde. Esta é a primeira iniciativa de um ciclo de atividades que desenvolveremos, com o apoio da comunidade”, comentou Dr. Igor Nunes durante a abertura do Workshop.

Os participantes puderam conhecer um pouco mais acerca do processo de cuidados com feridas, sobre seu processo de cicatrização e a importância do papel da enfermagem, imprescindível para a evolução de um tratamento efetivo, além das condições nutricionais que precisam ser alcançadas para o sucesso do tratamento. Ao final das aulas, os participantes receberam amostras de produtos utilizados nos cuidados com feridas.

Apoiadora do evento a Faculdade Unyleya colocou à disposição de todos uma Bolsa de Estudos com descontos de 50% para os cursos de pós-graduação nas áreas de saúde disponibilizadas pela faculdade.

As imagens do evento podem ser acessadas na página do CENFE no Facebook.

O II Workshop de Feridas acontece em março/2017. Interessados podem acessar www.cenfewc.com.br para realizar pré-inscrição.

Leia mais...

I Workshop de Feridas, sob o tema “Feridas e Feridos na História”

No dia 16 de fevereiro o CENFE, com o apoio institucional do Coren-DF e da Faculdade UnyLeya, realiza o I Workshop de Feridas, intitulado “Feridas e Feridos na História”, iniciando o primeiro ciclo de conhecimento e aperfeiçoamento técnico em Brasília. O curso acontece no espaço do IMP Sudoeste, localizado no SIG Quadra 04 lotes 75, 83, 125 e 175, Edificio Capital Financial Center.

O Workshop é Gratuito e aberto a todos os profissionais de saúde, atuantes ou não no segmento de tratamento de feridas, bem como a gestores de operadoras de planos de saúde. O objetivo do Centro de Feridas é iniciar um ciclo de cursos na cidade de Brasília, buscando aperfeiçoar o conhecimento acerca das técnicas, protocolos assistenciais e tecnologias disponíveis no universo dos cuidados com lesões.

Palestrantes: 

· Maria Izabel R. Pereira, Enfermeira (Coren/DF 3087256), Pós-Graduada em Dermatologia e
Tratamento de Feridas e Especialista em Pressão Negativa.

· Tatiana de Araújo, Nutricionista (CRN 1709), Pós-Graduada em Auditoria de Sistemas de Saúde,
Gestora em Nutrição Domiciliar

Informações e inscrições podem ser realizadas no site do Coren-DF (www.corendf.gov.br)  ou no sítio do próprio CENFE, clicando aqui.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: (61) 2102-3764 ou 3036-6594.

Leia mais...

Clínica de Tratamento de Feridas e Home Care – Brasília e Centro Oeste

Brasília agora conta com um centro especializado no tratamento de feridas e lesões complexas. O Cenfe está localizada no Centro de Convivência (atendimento administrativo) e no Hospital Alvorada Brasilia (ambulatório). Com foco nos cuidados de pessoas com feridas, a unidade conta com sede administrativa, responsável pela gestão de todo o atendimento, reunindo profissionais da saúde – enfermeiros, médicos e time multiprofissional – com experiência e habilitados nos cuidados de lesões.

Cuidar de feridas é um processo dinâmico e complexo que requer atenção especial principalmente quando se refere a uma lesão crônica. Segundo publicação do Ministério da Saúde, intitulada “Avaliação de Múltiplas Tecnologias em Feridas Crônicas e Queimaduras“, pouco se sabe sobre o “processo de cicatrização” de feridas, tornando seu tratamento bastante desafiador.

Nesse sentido e para preencher a lacuna dos cuidados com feridas o Cenfe trabalha protocolos clínicos específicos para a recuperação da lesão, a partir de planos de tratamento que estabelecem apenas as tecnologias necessárias aos cuidados. Dessa forma reduz o custo dos cuidados e promove a melhora da qualidade de vida e bem-estar social da pessoa lesionada.

Entre os serviços do Cenfe se destacam o tratamento de feridas complexas agudas e crônicas, úlceras diabéticas, vasculares, isquêmicas e por pressão, traumas e complicações cirúrgicas como deiscências do tecido de revestimento e perdas teciduais, tratamento de queimaduras de fase aguda com baixo dano estético e funcional na área atingida.


 

Sobre o Centro de Feridas

  • Responsável Técnico: Dr. Igor Nunes e Souza, Cirurgião Geral e Cirurgião Vascula, CRM-DF 14414
  • Enfermeira Técnica: Larissa Pignata M. Martins, Enfermeira e Pós Graduanda em Dermatologia, Coren/DF 394212
  • Licença de Funcionamento/DF: 20161400449158
  • Licença Sanitária/DF: EAS-00072-10
  • CNES: 9090746

Para mais informações a agendamento de atendimento: (61) 3036-6594 ou atencao@cenfewc.com.br

Leia mais...